Visitas

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Voto Distrital - Assine o Manifesto




Acesse o site  Eu Voto Distrital e assinem o movimento. Chega de votar em um e outros serem eleitos junto com ele. Um bom exemplo, Tiririca é o tipico puxador de voto. Ao ser eleito, conduziu a Camara dos Deputados, parlamentares que nem conhecemos ou até repudiados pelos eleitores, ou seja deputados sem rosto, sem compromisso com o eleitor.


Como funciona o Voto Distrital:


O estado seria dividido em pequenas áreas. No caso de São Paulo haveria 70 distritos cada um com 430 mil eleitores e cada partido poderia apresentar um candidato por distrito.


O mais votado em cada distrito ficaria com a vaga. A vantagem é que a população local saberia exatamente quem é o representante da região e poderia fiscalizar com atenção  a atuação dele em Brasília. Um deputado pego em escândalo de corrupção, por exemplo, teria muita dificuldade para se reeleger.


Atualmente a maioria dos deputados chega a câmara de carona, ou seja, pela soma dos votos dados a outros candidatos de seu partido. Em 2010 apenas 7% dos deputados federais chegaram lá com seus próprios votos.


Se o voto distrital tivesse sido adotado em 2010 não teriam chegado a câmara Federal:


35 Sindicalistas

21 Religiosos

28 familiares políticos


Com o Voto Distrital se gasta menos nas campanhas porque o sistema estimula o deputado a esforçar-se para levar recursos do governo para o distrito que o elegeu em vez de carreá-los para grupos de pressão como sindicatos, movimentos sociais e igrejas, cujo o apetite de verbas públicas é bem maior.


10 Motivos para você assinar o Manifesto Eu Voto Distrital:


1- Escolher um candidato fica mais fácil

2- Quem elege fiscaliza

3- A campanha fica mais barata

4- Acaba o efeito Tiririca

5- O gasto público diminui

6- Os corporativistas perdem espaço

7- As oligarquias se enfraquecem

8- Aumenta a força das capitais

9- O congresso é fortalecido

10- A corrupção reflui

Esta na hora de mudar, e a mudança só depende de nós, os ELEITORES.

Nenhum comentário: