Visitas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Segunda Marcha contra a Corrupção mobiliza 18 cidades na quarta-feira 12 de Outubro




Correio Braziliense

A marcha que mobilizou mais de 30 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios no feriado de 7 de setembro terá sua segunda edição, agora no feriado de 12 de outubro, nesta quarta-feira. Em protesto contra a corrupção, brasileiros irão se reunir e marchar na capital e em outras 17 cidades.

No dia 12, o protesto terá como reivindicações a constitucionalidade do projeto Ficha Limpa, o fim do voto secreto nas deliberações do parlamento e a defesa do Conselho Nacional de Justiça. Em Brasília, os manifestantes irão se reunir na Praça da República, às 10h, e devem marchar - via Eixo Monumental -até a Praça dos Três Poderes, onde será entoado o Hino Nacional.

A profissional autônoma Lucianna Kalil, 31 anos, idealizadora da primeira edição da marcha, conta que, após o primeiro evento, foi procurada por grupos de outros estados. "Muitas pessoas nos procuraram para saber mais informações sobre como realizar a marcha em outras cidades e nós demos o direcionamento. São movimentos independentes, com uma organização própria, mas que se comunicam entre si por terem um mesmo objetivo", explica. A marcha vai acontecer no mesmo dia em outras 17 cidades.

Apesar da divulgação também por meio de panfletos, Lucianna explica que o maior contato com os participantes é on-line. Na página do grupo no Facebook, até o fim da tarde desta segunda-feira, mais de 18 mil pessoas já haviam confirmado a participação. A marcha do próximo dia 12 também se uniu a movimentos como o Dia do Basta, Caras Pintadas, Movimento Apartidário Contra a Corrupção, Faxina Brasil, #nasruas e Ética Já - Por um Brasil livre dos corruptos.

Além dos tracidionais cartazes, faixas e camisetas, o Movimento Contra a Corrupção também irá levar 200 vassouras verde-amarelas, usadas em uma ação da ONG Rio de Paz, em parceria com o grupo brasiliense, em frente ao Congresso.

Manifestantes se organizam para tentar nova rodada de protestos contra a corrupção

Veja mais notícias sobre a manifestação 

aqui Uol

Nenhum comentário: